BrasNET

Origem: IRChelp Brasil - Wiki
Ir para navegação Ir para pesquisar
BrasNET
Logo-brasnet.png
  Fundada     Dezembro de 1996; há 25 anos
  Extinta     Maio de 2007; há 15 anos
  Localização     BRASIL
  Baseado em     Internet
  Staff Antiga     Mauritz, dmer, KurtKraut, HaDDeR ...
  Sítio     www.brasnet.org
  Wayback Machine     BrasNET.org em 2001, 2002 e 2004
  DNS Primário     irc.brasnet.org
  Cobertura     Nacional


Disambig grey.png Nota: Os textos aqui apresentados são coletâneas retiradas da internet. Veja as referências no final da página.


Em que pese o nome BrasNET já existir como lista de discussão na Rede Acadêmica Bitnet (Because It’s Time Network), uma rede entre sistemas da IBM sem restrições de participação, como relata a autora do livro-reportagem Passários Voam em Bando, Marcia Dementshuk.
... Entre as mais famosas (e a mais numerosa em determinado período) estava a “Brasnet”. Michael Stanton descobriu a Brasnet por acaso, quando estava fora do Brasil, por volta de 1988. Segundo ele, a Brasnet foi criada no exterior, pois no Brasil ainda não havia acesso.
DEMENTSHUK, 2019, p. 408)[1]

Há divergências entre as informações sobre a data de criação da BrasNET como Rede de IRC. Alguns sites falam em 1998 (SENSAGENT, 2021, p.BrasNET)[2], outros em 1997

A Rede BrasNET foi criada em 1997. Teve seu domínio como BrasNET.org. Além do acesso ao IRC a rede proporcionava ao usuário uma conta de e-mail para cada registro.
WIKIPEDIA, 2021, p. BrasNET[3]
O certo é que o site da rede em 2002 fala em que a Rede teve início no ano de 1996.
Fundada no início do ano de 1996, quando a Internet ainda engatinhava no Brasil, a BRASnet se destacou por ter preocupação com a organização e a estrutura da rede de tal forma que pudesse oferecer um ambiente nacional com qualidade, velocidade e estabilidade para o bate-papo via Internet.
BrasNET, 2002. p. Sobre a BRASnet[4]
O whois[5] do domínio, informa a criação em Dezembro de 1996.

História

Mauritz proprietário da rede, diz em seu blog que a Rede BrasNET é oriunda da Rede BrasIRC(.com.br) e começou com apenas doi servidores, americasnet e tvfilme.
... Lembro que a primeira rede foi criada e organizada pelo Jan (kanopus) e pelo XShadow. Participei desta rede no início e logo percebi que os poderes ilimitados que os ircadmins e os ircops possuíam eram constantemente usados de forma abusiva. Tal comportamento afugentaria os usuários comuns e impediria o crescimento maduro do IRC. Como não consegui mudar esta mentalidade, saí e criei a BrasNET. Com apenas dois servidores (americasnet e tvfilme) e um grupo de amigos, que ainda hoje são amigos, a BrasNET foi criada com o objetivo de manter um ambiente saudável de bate-papo, entre brasileiros, com qualidade e onde não houvesse abusos por parte dos que cuidavam da rede e seus servidores. ...
BRASNET.ORG, 2007, p. Era uma vez o IRC brasileiro[6]

Reforçando este depoimento, temos a informação do site da Rede em 2002.

começou com apenas dois servidores e um grupo de amigos que se encontrava em um canal de bate-papo de uma rede americana. A BrasNET atraiu a atenção dos usuários brasileiros e também de diversos provedores que iniciavam suas operações naquela época. Nos seis primeiros meses a rede já contava com 10 provedores conectados e cerca de 300 usuários simultâneos nos horários de maior movimento'.

No final de 1996 a rede já alcançava pico de 1000 pessoas conversando simultaneamente, passando para 2500 no final de 1997. Em 1998 tiveram um crescimento de 100% e em 1999 o crescimento foi de 300% (trezentos porcento!) chegando a 15 mil usuários simultâneos. Em julho de 2000 ultrapassaram o patamar de 18 mil com uma média de 300 mil conexões diárias.

No início de 2001 tiveram um salto no crescimento chegando ao pico de 22 mil usuários simultâneos e um fluxo diário de 400 mil conexões por dia! Em seis meses (junho/2001) o recorde alcançado foi de 28 mil e em janeiro de 2002, 36 mil usuários simultâneos.

A estrutura da rede era mantida por parceiros como Telemar, BrasilTelecom, Unisys, Interdotnet e Mandic, além de outros grandes provedores brasileiros de abrangência regional. Chegou a ser a quinta maior rede IRC do mundo.
— BrasNET, 2002. p. Sobre a BRASnet

Problemas

A BrasNET vinha enfrentado sérios problemas de funcionamento e de manutenção de seus serviços. Seu servidores eram constatemente atacados via internet e seus usuários estavam migrando para outras redes, devido à sua instabilidade. No início a rede apenas fazia o uso de servidores situados no Brasil. Porém devido aos constantes ataques, os demais serviços dos provedores de internet também eram afetados. Com a perda de seu parceiros comerciais nacionais, a rede foi obrigada a fazer o uso de servidores no exterior que tivessem condições de bloquear estes ataques. Porém os ataques continuaram a derrubar a rede.
SENSAGENT, 2021, p. BrasNET

Perda de Usuários

No início da rede, a demanda pelo IRC era grande com a popularização de programas clientes de IRC, em especial o mIRC. Com isso, as redes de IRC tinham espaço para crescer, visto que a procura por este serviço de chat aumentava a cada dia. Desta forma, grandes provedores de internet como o Terra, PontoCom e muitos outros disponibilizavam servidores ligados à BrasNET. Este apoio foi caindo gradativamente com a popularização de meios de comunicação entre usuários mais novos e os ataques foram ficando mais diversificados e constantes, causando grande instabilidade na rede, ocasionando netsplits.

Além dos problemas dos ataques, houve o surgimento das rede de relacionamentos tipo Orkut, além da ampliação do serviço MSN e de outros mensageiros instantâneos mantidos por empresas de grande porte, como Google e Microsoft. Como o IRC era mantido por pessoas comuns, foi se tornando inviável manter o trabalho de manter estável a BrasNET.

A constante instabilidade fez com que as pessoas fossem desistindo do IRC. Por outro lado, estava a nascer uma nova geração de usuários que fazia uso do MSN e do Orkut, sem se aventurar no IRC.
SENSAGENT, 2021, p.BrasNET

Fim da Rede

Artigos

O primeiro artigo é uma explicação do fim da BrasNET intitulado Dossiê BRASnet/BrasIRC, escrito por Daniel Portela - "Dead_Holland" para o Site do #IRCd de Maio de 2007. Segundo suas fontes, o fim da BrasNET ocorreu por brigas/intrigas/guerras ("Guerras mIRClônicas") com a BrasIRC.org. Grifos do autor.
Todos nós pudemos ver, de um dia pro outro, estávamos na BRASnet e de repente fomos desconectados e direcionados para a rede BrasIRC. Isto ocorreu porque a empresa DsgX migrou todos os seus servidores para a rede BrasIRC. "Mas por quê?" você me perguntaria, a resposta é simples, dmer, dono de todo o provedor de serviços, estava cansado de pagar proxy´s e ainda ter que arcar com 98% da rede rodando em seus servidores. Ao receber uma proposta melhor, de que não teria que pagar por proxy, nem nada, direcionou os IP´s todos para a BrasIRC. Um erro, foi o de não ter comunicado à administração da BRASnet de sua atitude, e pagaria, talvez, muito caro por isto.

A BRASnet até tentou se erguer das cinzas, mas a provedora de serviços GigeServers cancelou sua conta de VPS e não aceitou que ele alugasse mais nada. Naquele instante, a BRASnet teria virado cinzas, mas ainda havia esperança de que Mauritz daria a volta por cima, como fez em vários outros acontecimentos anteriores. Ele correu atrás de muitos data centers que segurasse qualquer tipo de ataque, mas sua procura chegou ao fim quando apenas um lugar disse que seguraria este tipo de problema, no valor de 15 mil reais. O velho riu e desistiu de IRC finalmente.

A BrasIRC então teria virado uma BRASnet2, afinal, era a maior rede no momento, e possuía a estrutura semelhante à da BRASnet. A BRASnet então, decide virar seus DNS para redes estrangeiras. Primeiro foi para a IRCHighWay que logo baniu classes de IP´s brasileiras para não atrair o problema para si. Então, a escolhida foi a EFNet, nas palavras do próprio Mauritz "O IRC brasileiro, então, deve morrer onde nasceu, na EFNet", e o redirecionamento irc.brasnet.org se encontra lá até hoje.

Após estes ocorridos, usuários que gostavam da BRASnet e não gostavam da BrasIRC, inconformados, se juntaram à algumas pessoas da própria EFNet para atacar a DsgX e servidores da BrasIRC. Tiveram muito êxito, a empresa de dmer foi obrigada a tirar as máquinas que rodavam o IRCd por estar atrapalhando o andamento de outros clientes e agora é apenas um redirecionamento.

A BrasIRC ainda teve o mesmo problema que a BRASnet teve em 2002, na época da BrTurbo, quando começaram a enviar mensagens globais. Veja na screenshot abaixo, o que aconteceu com os globais na rede BrasIRC:

Globais na BrasIRC

Temendo este problema como temeram em 2002, vários usuários migraram da BrasIRC para outras redes. E com problemas de ataques, a BrasIRC teve que procurar outro lugar que hospedasse sua rede. A GigeServers novamente foi a escolhida e agora, a BrasIRC demonstra uma certa estabilidade de serviços.

Até o dia 13 deste mês, o único servidor que segurava ainda a BRASnet era a FortalNET, sempre atacada como veremos em um log a seguir, mas era sempre o ponto de encontro dos que ainda acreditavam que a BRASnet voltaria. Tolos, a FortalNET acabou indo, como todas para a BrasIRC, e agora não está mais em lugar algum. Talvez esta ameaça tenha sido a gota d'água:


[w3b] soh tem a fortalnet on?

[w3b] da brasnet?

[w3b] ae eh melhor o admin da fortalnet desligar essa bosta

[w3b] se nao pode se preparar pra ficar off pra sempre

[w3b] seus lixo

[w3b] flw


No blog AluisioSaboya.com, o fim da BRASnet já foi decretado em uma conversa com Mauritz, que afirmou que a BRASnet.org voltaria, mas não provendo IRC, e sim, como um fórum ou um mini-orkut (site de relacionamentos). Algumas redes menores estão comemorando o sucesso de ter canais grandes se filiando e estabelecendo novos lares. Afinal, a BRASnet parou, mas o IRC tem que continuar.

Uma coisa que achei interessante disso tudo, é a justificativa dos ataques e de tomar a BRASnet. Uma que foi apresentada no site mesmo, por meio de um log, foi a de abuso da administração, não é algo tão plausível da parte da administração, como também não foi nada plausível a atitude dos derrubadores de IRC. Talvez uma paciência maior, um diálogo maior e quem sabe até um respeito maior por parte dos usuários frente àqueles que os representam no IRC.

Outro aspecto importante é que com o surgimento de novas redes querendo tomar o lugar de maior do Brasil, posto da BRASnet há vários anos, não há uma preocupação de fidelização do usuário. Não estou vendo, na maioria das redes, que se crie uma identidade com o usuário. Eles não entram na rede X, eles entram em qualquer rede que esteja no ar. E isso, pode criar um colapso nervoso fatal para o IRC nacional. Temos agora que tentar fazer com que o usuário se identifique com tal rede, não importando qual. Este problema na BRASnet, pode ter vindo para o bem ou para o mal, ainda é algo muito recente, teremos que esperar para ver o que acontece.

Enquanto isto, leia tudo por aqui :).

Dead_Holland - Daniel Portela [email protected]

Contribuições: XOOM, MrBoss, after, Poeta, Running_Wild, djtesao e a todos os outros que preferiram se manter anônimo.
IRCd, 2007, p. PORTELA - Dossiê)[7]

O Segundo artigo, ainda do Site do #IRCd de Maio de 2007 escrito por zekrioca, intitulado Brasirc: Separando os Homens das Crianças traz mais informações sobre o ocorrido. Muito bom. Grifos do autor.

"Você que vem observando os últimos acontecimentos no IRC brasileiro deve estar se perguntando: Por quê?

Seria simples observar isso se analisassemos os fatos não de 3 meses atrás, mas talvez de 3 anos atrás, quando o IRC ainda dominada toda a rede de Chat no Brasil. Esses fatos, por si só, explicam tudo o que precisamos entender para ver que desde os ataques que fizeram a rede BrTurbo sair da BRASnet, até hoje, quando certas crianças decretaram o fim do IRC no país.


Há 4/5 anos atrás, quando a BRASnet ainda divulgava suas estatísticas em diversos sites do tipo e em globais, em um dos finais de semana na qual a rede tinha os maiores picos do ano, um global me surpreendeu:

"Número de usuários conectados nos principais servidores de Chats no país:

- BRASnet (59.567)

- UOL (23.490)

- Terra (19.520)

- Brasirc.net (28.947)

..."

Isso mostrava o ápice da rede BRASnet, quando tudo estava normal. Nessa mesma época, alguns acontecimentos curiosos começaram a acontecer. Egito, admin da rede Unisys do Rio de Janeiro, um dos principais servidores da BRASnet, OP do #Brasil e do #Rio, metia-se em brigas com fabulous, autor do t7ds, principal script brasileiro, o primeiro a ser lançado com personalizações pessoais e interativas com usuários, com as dialogs, tão necessárias para essa interação. Naquele momento, um admin da rede BRASnet estava sendo exposto a fatos que mostravam como ele pensava sobre os usuários da rede e sobre o seu script.

O que isso tem a ver com tudo?

O problema principal é esse. A exposição excessiva dos admins da BRASnet, constantemente em diversas brigas infantis, criaram tantos inimigos e somando-se a isso, a falta de investimento em infra estrutura interna, que o fim se aproximava rapidamente.

Já em 2003, um cracker conseguiu utilizar-se do nick "NickServ" e obteve diversas senhas dos usuários. Os services cairam por 12 horas. 1 ano depois, bl0w faz ataques DDOs a rede, fazendo novamente com que a rede fique horas e horas fora do ar, com os Netsplits dividindo toda a rede e fazendo com que a BRTURBO.com.br saisse da rede Nesse meio tempo, a EMBRATEL e TELEMAR já haviam abandonado a rede também.

Nesse momento, o que deveria ser feito?

Primeiro as brigas internas. Depois, a questão investimento. Os servidores da BRASnet nunca surportaram qualquer que fosse os ataques DDOs. A rede sempre caia e os usuários ficavam cada vez mais insatisfeitos. Com isso, a Microsoft também anunciava investimentos de $1.000.000.000 em seu mensageiro, o MSN Messenger. O Orkut nascia. O IRC caia.

E os scripts?

Haviam muitos nesse momento. t7ds, Scoop, Cyber, Fox... Qual a diferença entre eles? Se eu dissesse nenhuma, vocês não acreditariam. Opções iguais, bugs iguais (uma vez era possível desconectar usuários do Cyber com um simples comando). Outros, como o Hurricane, que já contava com smyles (algo essencial nesse momento), popups com ícones, sistema de usuários e outros sistemas atuais e leves, fazendo do script não um simples programa de bate papo, mas um Media Center. Essas diferenças minímas, terminou de outorgar o fim do IRC no Brasil.

Por fim, na minha opinião, o que aconteceu nas últimas semanas é a inveja, a arma dos incopetentes. Não a explicação, a BRASnet se mantia constante com relação a números de usuários e se alguém tivesse que crescer aqui, era só ela e não outras redes menores, muito menos a Brasirc. Esses crackers esqueceram-se do começo, quando 10 pessoas criavam canais para conversarem, quando as pessoas convidavam os amigos para entrarem em seus canais, os IRContros, IRCPeladas, IRCfestas e tudo o mais... Hoje, uma pessoa entra no irc e pergunta: Oi, blz? Você tem MSN?

Esse é a realidade. Só nós podemos muda-lá...

"
#IRCd, 2007, p. ZEKRIOCA - Brasirc: Separando os Homens das Crianças)[8]

O terceiro artigo, desta vez de RickWill - Ex-Presidente da extinta UnIRC - para o site Server [email protected]è de Ana Idris. Mostra um pouco do ambiente de administração das duas redes.

Os canais eram nichos, em que aglutinavam muitos usuários. Alias, as duas maiores redes BrasIRC e BrasNET tinham como fundadores, dois holandeses, ou descendentes… Jan Struving e Mauritz Antunes (respectivamente). Eram grandes amigos, mas como todo bom negócio, acabou separado. Jan até que tinha idéias mais democráticas, mas não era lá grandes coisas. A BrasIRC vivia em politicagem, e vivia em conflitos. Um lugar para onde, ser administrador, exigia saber o que falar e ter cuidado com o que iria dizer. Dependendo do que fizesse, poderia acabar criando uma briga e ai, já estava fora da rede. Mauritz por sua vez, iniciou a BrasNET com mãos de ferro. Nossa região (Limeira, Santa Barbara D`Oeste, Americana, Campinas, Piracicaba) ficou com ele. Lá não havia politicagem. Se surgisse, estavam fora. Se você fosse colocar seu servidor naquela rede, iria se sentir em plena Russia com Stalin comandando. Mão de ferro e pouca graça...
RICKWILL, 2010, p. Redes Sociais – O mIRQ do começo ao fim)[9]

Comentários

Abaixo segue um comentário de Cláudio Sampaio datado de 17 de Maio de 2007 às 21:43 no Google Groups, que na época era founder do Canal #campinas na Rede BrasNET e que quando a mesma foi extinta, foi para a Rede IRClife. Lendo o comentário dele e de outros que se seguem em sua página, da pra sentir a tensão naquela época.

É meus amigos no post anterior me renderam vários elogios e criticas, todos com a liberdade de dizer o que bem entender. Agora meus caros leitores que perderam um pouco a paciência, sem arrogância nenhuma de minha parte, foi declarado o fim da rede. Se trata de uma noticia já esperada, que deixou muita coisa para trás, muito suor e dureza para manter uma rede como a BrasNET.org por parte de seus administradores. Mas agora francamente, poderia ser outra rede a substituir a BrasNET? Será que a BrasIRC.org tem perna suficiente? Acho que não. Ta mais para fim do IRC no Brasil. Agora é esperar atualizações no Windows live messenger que passe a disponibilizar salas individuais para seus usuários ou mande seu currículo para o tio Gates dizendo a ele que você tem propostas de inovações na atualização do programa mais baixado da Microsoft. Mas o que me dá mais vontade de falar da BrasNET.org é alguns simples fatos. Foi onde fiz muitos amigos no passado e alguns que tenho até hoje e me diverti por muito tempo. Eh toda essa nostalgia agora que nos cerca quando o assunto for irc.BRASNET.org. Quem será capaz de um dia mudar a tecnologia do MIRC? Desde que foi apresentado á internet não teve muitas alterações por parte do criador, teve muitas por parte dos "scripters" interessados em desenvolver Scripts e dar mais funções aos usuários, como Avalanche, Fullt, t7ds, Cebolinha, etc. Que marcaram por muito tempo.

Bom saber que um dia a BrasNET.org pode dar combustível a esses programas no meio de milhares de brasileiros que se apegaram a rede.

Agora passo a bola para meu camarada Cabrobo que conviveu até o final da rede.

Pela primeira vez estou participando aqui da redação do blog do aluisiosaboya.com e só tenho a agradecer ao Saboya pela confiança que está depositando em mim.

Bem, a criação desse post sobre a confirmação do fim da BrasNET.org foi um dos mais difíceis ate agora, pois queríamos algo que o leitor interagisse com o post como se fosse um tópico do orkut ou uma janela de conversação de MSN. Mantendo a imparcialidade e sem culpar ninguém, mesmo sabendo de nicks de vários autores do crime.

Deixando a raiva de lado pelo fim da rede e entrando num momento de reflexão.

Como visto anteriormente, antecipamos pra vocês o fim da maior rede de irc do Brasil. E isso causou varias criticas e arrogância da parte de alguns leitores que não gostaram da idéia de que a rede iria se "evaporar".

Entao, nao oficialmente, mas de uma fonte muito segura, confirmo mais uma vez o fim da rede.

Em uma conversa entre Edy (founder do #Ceara e do #Fortaleza e uma figura muito importante no desenvolvimento do irc brasileiro), com Mauritz (administrador da rede BrasNET.org), foi confirmado que a empresa voltara a trabalhar, mas nao com IRC.

Segue abaixo a conversa:

[14:33:16] to falando com mauritz sobre a brasnet se tem volta ou nao.

[15:19:22] acabei de falar com mauritz

[15:19:23] Mauritz Antunes diz:

[15:19:23] brasnet volta mas sem irc

[15:19:23] Mauritz Antunes diz:

[15:19:23] podemos trabalhar com os mesmos registros mas com outras ferramentas que nao atraiam tantos ataques

[15:19:24] Ed Carlos Paz diz:

[15:19:26] entao fim do irc brasnet? volta so como servicos que nao eh mais irc ?

[15:19:27] Mauritz Antunes diz:

[15:19:28] isso

[15:19:29] Mauritz Antunes diz:

[15:19:30] tipo forum, tipo mini-orkut

[15:19:38] isso eh o final d conversa

[15:19:44] nao volta a brasnet como irc

[15:19:48] fim da era

Não falem sobre fake, pois garanto q a fonte é segura.

Bem meus amigos, acho q isso gera muita polêmica. A BrasNET.org acabou devido os ataques por integrantes da brasIRC.org? A brasIRC sofre ameaças dos grupos de packet-kiddies? Que um deles tenha um servidor que se fosse retirado a brasIRC seria alvo de ataques.

'Não acha q mauritz deixou os fieis usuários da rede na mão, afirmando apenas pro Edy que a mesma nao iria trabalhar mais com irc e não dando uma confirmação oficial? Será q a BrasIRC.org possibilitara uma chance maior do irc brasileiro voltar a ser como antes, pelo fato de possuir uma administração jovem que é a favor do crescimento, mesmo agindo de forma errada com esses ataques? Ou acabou com as chances que o irc brasileiro tinha com o fim da brasNET?

'O ódio pela brasIRC devido a esses ataques é imenso, mas se a brasNET continuasse, mtz iria fazer algo? Ou apenas prolongaria o fim do irc brasileiro por não fazer nada?

A brasIRC ira administrar do mesmo modo que a brasNET? Grande parte dos usuários da brasIRC são caça-status?

Existem dois lados da moeda. Ficaremos na brasIRC pelo IRC? Ficaremos na brasIRC porque ira melhorar? BrasNET já era, então IRC se acabou pra mim? . O certo ou errado quem dirá são vocês através dos comentários sobre o assunto.

Coisas sobre o assunto que não estão ai são encontradas no post anterior.

PS: Não sou nenhum professor de português, isso fica para nosso amigo Rene. O tópico tem o intuito de se criar um debate nos comentários e não sofrer critica de leitores que aproveitam a liberdade de expressão para se destacar."
SAMPAIO, 2007, p. Fim da BrasNET)[10]

Carlos Sampaio comenta ainda que no comunicado oficial sobre o fim da Rede, Mauritz, "disse que é muito desgastante manter a rede e ela naquele momento, estava trazendo pouquíssimos benefícios e decidiu que já não tem condições para esperar que os serviços de apoio no exterior da rede pudessem conter os constantes ataques e optou por desativar a rede em Maio de 2007." Segue o comunicado na integra.

Era uma vez o IRC brasileiro.

O IRC é um sistema on-line de troca de mensagens textuais, pelo qual vários usuários podem conversar ao mesmo tempo. Nasceu em 1988, na Finlândia, e foi muito utilizado pelo meio acadêmico para comunicação entre pesquisadores e estudantes. Seu primeiro momento de fama internacional foi em 1991, durante a Guerra do Golfo Pérsico, quando pessoas de todo o mundo se reuniram em um canal para ler os últimos relatos e trocar informações. Teve o mesmo uso durante o golpe contra Boris Yeltsin, em 1993, e em outras datas especiais como grandes terremotos e Copas do Mundo.

Conheci a Internet em 1995, com acesso via RENPAC. Naquela época não existia Google e a principal forma de navegação era feita por documentos indexados em Gopher. A ferramenta de busca chamava-se Veronica (Very Easy Rodent-Oriented Net-wide Index to Computerized Archives).

Outro recurso muito utilizado naquela época eram as BBS (Bulletin Board System) e foi justamente por meio de uma, a jacare.ufpa.br, que conheci o IRC. Nela, havia uma porta de acesso ao canal #brasil que ficava na EFNET. Na primeira vez foi difícil acreditar que cada nick ali conversando era uma pessoa e que elas estavam nos mais diversos lugares do mundo. Conheci pessoas incríveis e ainda hoje tenho contato com várias delas.

Em 1996, teve início a era comercial da Internet no Brasil. Muitos provedores nasceram e a maioria apoiou o nascimento do IRC cedendo máquinas onde os servidores rodavam. Lembro que a primeira rede foi criada e organizada pelo Jan (kanopus) e pelo XShadow. Participei desta rede no início e logo percebi que os poderes ilimitados que os ircadmins e os ircops possuíam eram constantemente usados de forma abusiva. Tal comportamento afugentaria os usuários comuns e impediria o crescimento maduro do IRC. Como não consegui mudar esta mentalidade, saí e criei a BrasNET.

Com apenas dois servidores (americasnet e tvfilme) e um grupo de amigos, que ainda hoje são amigos, a BrasNET foi criada com o objetivo de manter um ambiente saudável de bate-papo, entre brasileiros, com qualidade e onde não houvesse abusos por parte dos que cuidavam da rede e seus servidores. Vários provedores aprovaram esta proposta se associando à nossa rede e a quantidade de usuários foi crescendo de forma exponencial. Conhecidos que estavam distantes se comunicavam de forma fácil, assim como amizades e famílias foram formadas entre pessoas que nunca se conheceriam se não fosse pela BrasNET.

Durante os anos, tal crescimento trouxe felicidade e satisfação tanto para os que cuidavam dos recursos quanto para os usuários que se beneficiavam destes. O ponto máximo da rede se deu em 2003, quando mais de 60 mil pessoas conversavam simultâneamente na estrutura mantida por parceiros como Telemar, BrasilTelecom, Unisys, Interdotnet, Mandic e outros grandes provedores brasileiros de abrangência regional. Presenciei e combati diversos tipos de crimes via internet visando manter um ambiente saudável. Com sucesso, chegamos a ser a oitava maior rede IRC do mundo, sendo a maior ligada a um país e língua.

Tamanho sucesso gerou inveja e frustração em algumas pessoas que resolveram promover ataques à rede e seus parceiros. Os técnicos de segurança das empresas parceiras nunca trabalharam tanto para garantir a continuidade dos serviços e bloquear tais ataques. Infelizmente os ataques eram fortes o suficiente para derrubar provedores e regiões inteiras, o que as levou a desistir de apoiar o IRC brasileiro. Atitude justa e esperada, pois tais ataques prejudicavam os demais serviços dos provedores.

Para manter o IRC funcionando a solução foi contratar servidores no exterior que tivessem capacidade de bloquear os ataques. Com isso o IRC brasileiro passou a ser hospedado exclusivamente no exterior.

Nessa época, além dos problemas dos ataques, tivemos o surgimento do Orkut e a ampliação do MSN mantidos pelos gigantes da Internet no mundo, Google e Microsoft. Como o IRC é mantido por pessoas comuns, é fácil causar instabilidade nele. Tal instabilidade fez com que as pessoas fossem desistindo do IRC. De outro lado, a nova geração já vem nascendo plugada ao MSN e ao Orkut.

Mesmo com a queda na quantidade de usuários e com os ataques que levaram à desistência dos parceiros brasileiros, continuei mantendo a rede com os mesmos objetivos que me levaram a criá-la. Infelizmente aquelas pessoas que atacavam os parceiros brasileiros no início dos anos 2000 também não desistiram de atacar o IRC brasileiro. Atualmente esses ataques estão tão fortes que nem mesmo os datacenters americanos especializados conseguem bloqueá-los eficientemente.

Ficamos, então, em um beco sem saída. Não é mais possível manter o IRC brasileiro nem no Brasil nem no exterior. Pode até surgir um datacenter capaz de resistir aos ataques de hoje. Mas e os que virão amanhã? É muito desgaste para pouco benefício. Dessa forma a BrasNET continuará existindo com seus direcionamentos de e-mails, urls e jabber, porém não vale mais a pena trabalhar com IRC. De qualquer forma estou satisfeito com esses 11 anos de trabalho e agradeço a todos os usuários, parceiros e colaboradores que contribuíram de alguma forma para o sucesso desta empreitada.

Quem quiser deixar depoimentos, contar histórias e casos que aconteceram nesses 11 anos, é só enviar para meu email que publicarei aqui no site.

Abraços a todos,

Mauritz.
BRASNET.ORG, 2007, p. Era uma vez o IRC brasileiro

Staff Antiga

fbs, AYS (Yuchi), Manuela, Falcon, frikasoide, Lion_Dart, vinialves, Black_Dragon, Luizim, Egito

Provedores

Truenet, AmericasNet, TVfilme. Terra, PontoCom, DsgX, FortalNet, Telemar, BrasilTelecom, Unisys, Interdotnet e Mandic.

Servidores

Principal

irc.brasnet.org

Secundário [11]

Americasnet.bsb.df.Brasnet.org
Correionet.cpq.sp.brasnet.org
Sigmabbs.cpq.sp.Brasnet.org
Soteris.bhv.mg.Brasnet.org
TVFilme.bsb.df.Brasnet.org
BRNet.BSB.DF.BrasNet.org
Vrs.cwb.pr.Brasnet.org
Conbrac.bsb.df.Brasnet.org
Horizontes.bhv.mg.Brasnet.org
Rio-1.Brasnet.org
Recife.Brasnet.org
UFRJ.Rio.Brasnet.org
Logic.poa.rs.brasnet.org
UFPa.bel.pa.Brasnet.org
Sonet.cau.pe.brasnet.org
Net2000.nat.rn.Brasnet.org
Convex.sjp.sp.Brasnet.org
Bahianet.ssa.ba.Brasnet.org
Provale.guj.sp.Brasnet.org

MOTD

-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
Seja bem-vindo a BRASNET, a rede brasileira de bate-papo!
 
Para utilizar a BRASNET voce deve ler e estar de acordo
com as nossas regras: http://www.brasnet.org/regras.php
 
Conheca nossos servicos:     /NickServ help
                             /ChanServ help
                             /MemoServ help
                             /BotServ help
 
Em caso de duvidas utilize nosso suporte on-line:
http://www.brasnet.org/suporte.php
 
Para maiores informacoes visite nosso site:
http://www.brasnet.org
-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
 _________________________________________________________________________
  Bem-Vindo à BRASnet, você está conectado via irc.TNBR.com.br!
 _________________________________________________________________________
   _          _____ _   _ ____  ____                         _
  (_)_ __ ___|_   _| \ | | __ )|  _ \   ___ ___  _ __ ___   | |__  _ __
  | | '__/ __| | | |  \| |  _ \| |_) | / __/ _ \| '_ ` _ \  | '_ \| '__|
  | | | | (__ _| | | |\  | |_) |  _ < | (_| (_) | | | | | |_| |_) | |
  |_|_|  \___(_)_| |_| \_|____/|_| \_(_)___\___/|_| |_| |_(_)_.__/|_|

                       TNBR - Turbo Net Brasil
 
 _________________________________________________________________________
 
  Suporte: http://www.tnbr.com.br
  Site: http://www.tnbr.com.br
  E-mail: [email protected]
 
 _________________________________________________________________________
 IRCops TNBR:
 
  Administradores
          bibo  ¬ [email protected]
          TiToZ ¬ [email protected]

  Operadores
          Brenu ¬ [email protected]
          Babu  ¬ [email protected]
          scoby ¬ [email protected]
 
 _________________________________________________________________________
 Serviços da BRASnet:

           /ChanServ Help - Serviço de Canais.
           /MemoServ Help - Serviço de Mensagens.
           /NickServ Help - Serviço de Nicks.
           /BotServ  Help - Serviço de Bots.
 
           OBS: O único serviço que solicita senha é o NickServ.
 
 _________________________________________________________________________
 Serviços prestados pela TNBR:
 
 Aluguel de eggdrops, bots que podem cuidar 24 horas do seu canal.
 Estatísticas para o seu canal, deixando-o mais divertido.
 Gostaria de ser dono de uma rádio on-line? Alugue na TNBR sua rádio.
 Hospedagem profissional para sites com suporte qualificado.
 Máquinas dedicadas para serem alugadas. O cliente será "dono" dela.
 
 _________________________________________________________________________
 Suporte:
 
   Para detalhes de modos de canais e usuários digite: /HelpSys.
   Dica: Nunca receba arquivos: *.ini, *.bat ou *.exe.
   Só aceite arquivos de conhecidos ou amigos.
 
 Em casos mais complexos:
 
    /join #Ajuda           (Canal de suporte oficial da BRASnet.)
    /join #TNBR            (Canal de suporte oficial do servidor.)
 
 Problemas para conectar no servidor: 
    Envie um e-mail para: [email protected]
 
 _________________________________________________________________________
 Indicações da TNBR:
 
        #TNBR          - Canal de suporte aos serviços da TNBR.
        #Jampa         - Canal Oficial da Cidade de João Pessoa/PB.
        #Ilheus        - Canal Oficial da Cidade de Ilhéus/BA.
        #SexPics       - Procura fotos eroticas? Visite o Canal #SexPics.
 
 _________________________________________________________________________
           TNBR.com.br - Velocidade e Estabilidade. Tudo que você precisa.
 _________________________________________________________________________
-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-
Quer que os memos enviados a você cheguem no seu e-mail? digite: /memoserv set forward on

(BrasNET, 2004, p. MOTD)[12]

Atualmente

Hoje o subdomínio irc.brasnet.org não está mais redirecionamenro para a Rede EFnet, e o antigo site situado em www.brasnet.org, encontra-se aponto para um blog hospedado no site da Blogger. "Segundo Mauritz, a BrasNET continuará existindo com seus direcionamentos de e-mails, URLs e Jabber." (SENSAGENT, 2021, p.BrasNET)

Referências

  1. «Passáros voando em bando». Marcia Dementshuk. Consultado em 24 de abril de 2021 
  2. «BrasNET.org». Dicionário Sensagent. Consultado em 21 de abril de 2021 
  3. «BrasNET.org». Wikipédia. Consultado em 25 de abril de 2021 
  4. «BrasNET.org». BrasNET - 2002 na WayBack Machine. Consultado em 21 de abril de 2021 
  5. «Whois Resulta BrasNET.org». Dynadot.com. Consultado em 21 de abril de 2021 
  6. «Era uma vez o IRC brasileiro». BrasNET.org. Consultado em 24 de abril de 2021 
  7. «#IRCd - Dossiê BRASnet/BrasIRC». IRCd.com.br - 2007 na WayBack Machine. Consultado em 21 de abril de 2021 
  8. «#IRCd - Brasirc: Separando os Homens das Crianças». IRCd.com.br - 2007 na WayBack Machine. Consultado em 22 de abril de 2021 
  9. «Redes Sociais – O mIRQ do começo ao fim». Server [email protected]è. Consultado em 22 de abril de 2021 
  10. «O Fim da Brasnet: explicação...». Google Groups #Campinas BrasNET. Consultado em 21 de abril de 2021 
  11. «Comandos IRC». Tonyjazz’s Weblog. Consultado em 30 de julho de 2021 
  12. «MOTD - BRASnet». BRASnet - 2004 na Way Back Machine. Consultado em 2 de dezembro de 2021 

Ligações externas